LUTO

7 de abril de 2011

O momento é de silêncio, dor e luto. O Rio Como Vamos chora com as famílias e a população do Rio de Janeiro.

continuar lendo

Avestruz nas areias de Angra

4 de abril de 2011

A perda da memória é um dos rostos da morte. Quem habita um eterno presente, sem história e sem futuro, não percebe que seu tempo se esgotou. Como nos destinos individuais, a perda da memória coletiva pode ser o fim de uma civilização. Por quanto tempo as imagens de pesadelo que vêm do Japão ainda […]

continuar lendo